Adhonep  |  Bíblia On-line  |  Profissionais Evangélicos

 
 Busca: Em: |Fale Conosco| [Administração do site] Início

 MSEvangélico, 25/10/2014 - Um Site a Serviço do Reino de Deus      

Vem aí o 4° Congresso de Adoração e Palavra Profética em Aquidauana dias 08 e 09 de Maio!!!

 

MENU PRINCIPAL

Não olhes para o vinho quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente.
(Pv.23:21)

SERVIÇOS

 Agenda
 Classificados
 Galeria de fotos
 Igrejas
 Notícias
 Profissionais

PASTORAL

 Estudo Bíblico
 Devocional
 Artigos

INTERATIVIDADE

 Show da Bíblia
 Mural
 Mande Notícias
 Pedido de oração
 Pergunte ao pastor
 Fale conosco
 
 Enquete
 

 

Em quem você vai votar para presidente? Embora você tenha a opção de votar em branco ou nulo, sugiro que vote em um dos dois

 

Aécio

Dilma

Em branco

Nulo

 

 

 

 Estudos Bíblicos

 

O OBJETIVO PRINCIPAL DO GRUPO DE LOUVOR


Vamos começar vendo algumas definições importantes que irão nos auxiliar no desenvolvimento deste estudo:


DEFINIÇÕES

Louvor
De acordo com a Bíblia, o louvor está associado com a idéia de agradecimento, elogio, glorificação, exaltação, por aquilo que Deus faz (fez) em nossa vida ou na dos outros. (Sl. 145:4; Sl. 147:12-13; Is. 25:01; Lc. 19:37), ou seja, nós louvamos a Deus por Suas obras, bênçãos, curas, livramentos, perdão, graça, amor, misericórdia, cuidado, etc. Contudo, o motivo principal do louvor é a Salvação em Cristo.

Adoração
De acordo com a Bíblia, a adoração está associado com a idéia de culto, reverência, veneração, por aquilo que Deus é (Santo, Justo, Amoroso, Soberano, Misericordioso, etc...). (Sl.96:9; Ap. 4:8-11; Ap. 7:11-12; Ap. 11:16-17), ou seja, independente do que Deus faz, fez ou fará, nós devemos adorá-lo, pois, Ele é Deus.

Tanto o louvor quanto a adoração, devem estar presente em tudo o que fizermos. Eles devem ser manifestados no falar, pensar, vestir, trabalhar, estudar, orar, cantar, etc. Porém, nos cultos da igreja atual, a forma mais popular de louvar e adorar é por meio de cânticos e hinos (Louvor cantado).

Louvor Congregacional

Esta expressão se refere ao louvor cantado, prestado pelas pessoas quando estão reunidas.

Ministério
A palavra ministério vem do grego "Diakonia" que significa serviço. As vezes a palavra ministério é exemplificada pela palavra grega "Doulos" que quer dizer escravos(servos). Independente da forma que a palavra ministério seja exemplificada, ela sempre está associada a serviço. Todos os crentes são chamados para desempenhar algum tipo de ministério(serviço) dentro do corpo de Cristo, porém, nem todos executam o mesmo ministério(serviço) (Ef. 4:11-12). Qualquer que seja o tipo de ministério(serviço) que se exerça, ele deve estar intimamente ligado a vocação(talento) para que se obtenha um melhor resultado na sua execução. Todos os ministérios(serviços) são importantes, não existe um ministério(serviço) que seja completo e não precise do outro(I Co. 12:4-31). Todo ministério(serviço) requer amor, compromisso, dedicação, preparação, santidade, esforço, constância, renúncia e caráter.

Ministrar
Ministrar significa servir.

Ministros de Louvor
Considerando que a Ministração(serviço) não é algo realizado individualmente, podemos considerar então que Ministros de louvor são todos aqueles que estão envolvidos, direta ou indiretamente, na ministração do louvor (instrumentistas, cantores, operadores/montadores de som, operadores de retroprojetor, e outras funções ligadas à área). Ministros de louvor são aqueles que servem a igreja na área de música.

Levitas
Os levitas eram as pessoas que pertenciam a tribo de levi. A tribo de levi foi separada exclusivamente para o serviço do senhor (Dt. 18:5). Os levitas eram encarregados pela guarda (Nm 1:53), pela administração (Nm 1:50) e pelo cuidado do tabernáculo bem como por todos os utensílios da tenda da congregação (Nm 1:50). Eles também tinham como função ministrar (servir) todo o povo de Israel (Nm 3:7-8). No reinado de Davi, os levitas foram designados para dirigir o canto e para utilizarem instrumentos musicais na casa do Senhor para louva-lo e adora-lo (I Cr. 6:31-32, I Cr. 15:16).

Música
A música é considerada uma arte funcional, isto é, uma arte que tem uma finalidade prática e importante: servir de veículo de expressões humanas. A música é usada para anunciar produtos (comércio), revelar emoções (alegria, romantismo, etc.) e outras ações de comunicação, porém, a função mais importante da música em qualquer cultura (sociedade) é de servir de apoio ao seu sistema de valores, sejam eles políticos, sociais ou religiosos. Em nosso caso, não podemos ignorar o poder da música na transmissão e consolidação de mensagens durante os cultos, encontros, acampamentos, etc., pois, ela reforça e facilita a memorização das mensagens. Além do mais, a música torna muito agradável a maneira de expressarmos o nosso louvor e a nossa adoração a Deus. A música na igreja também dever ser encarada como arte funcional e julgada pela maneira como ela cumpre ou não a sua melhor função. A música na igreja deve ser uma arte dedicada ao serviço de Deus, à edificação da igreja e ao louvor e a adoração ao Senhor.

O Grupo de louvor
Formado por músicos e cantores cristãos(ministros de louvor), o grupo de louvor é, antes de tudo, um ministério(serviço) dedicado ao louvor e a adoração a Deus, ou seja, sua função principal é louvar e a adorar a Deus através de música e canto. Porém, além de tocar e cantar ao Senhor, o grupo de louvor tem a tarefa de conduzir a igreja a louvar e a adorar a Deus.

Para conduzir o povo a louvar e a adorar é necessário em primeiro lugar ter chamado e dom para desempenhar esse ministério. Em segundo lugar é necessário consagração (dedicação). Outra exigência é preparação, tanto técnica como espiritual. Por fim, é necessário ser um adorador, ou seja, nós nunca podemos conduzir alguém para um lugar onde nunca fomos, ou seja, um grupo de louvor que não adora não pode levar outros a adorarem.

O objetivo principal do grupo de louvor

O objetivo principal do grupo de louvor é glorificar a Deus, ser canal de benção, e ministrar a igreja.

...Glorificar a Deus... Significa refletir o que Deus é, ou seja, é mostrar as Suas Virtudes(qualidades), como o Seu amor, misericórdia, bondade, paciência, soberania, perdão, etc. Glorificar a Deus é permitir que através de nós, Deus se faça conhecido. Glorificar a Deus não é aumentar a Sua glória , é fazê-la conhecida.

Apesar da Gloria de Deus se fazer conhecida através dos Seus poderosos feitos na história, através da natureza (Sl. 19:1) como também através de toda a Sua criação, Deus tem um prazer especial em ver a Sua glória sendo refletida(se fazendo conhecida) através do homem, que é a coroa da criação.

Para o crente, glorificar a Deus está intimamente ligado a santificação pessoal. Santificação é a transformação do crente na imagem de Cristo (Rm. 8:29, II Co. 3:18, Cl. 3:10). A santificação é um processo que ocorre pela constante ação do Espírito Santo (Rm 8:11), que procura produzir no crente as mesmas qualidades morais encontradas na vida de Jesus, e, ao mesmo tempo depende também da contínua luta do crente contra o pecado, que procura dominar os desejos da carne (Gl. 5:19-21), e busca viver uma vida igual a de Jesus (I Pe 2:21). Santificação é crescimento. Santificação é real transformação, não mera aparência.

Os Integrantes do Grupo de louvor devem se empenhar por viver em santificação, pois desta forma, vamos nos amoldando cada vez mais a imagem de Cristo, e a glória de Deus vai se fazendo conhecida ao mundo, através de nós.

...Ser Canal de Benção... Benção é uma dádiva recebida de Deus. Ela faz parte da manifestação da graça de Deus. As pessoas são abençoadas por Deus através de nós. Ser canal de benção é ser aquele que conduz as bênçãos de Deus para os outros. Ser canal de benção é ser um instrumento nas mãos de Deus. Ser canal de benção é ser aquele que com o seu exemplo de vida, edifica, fortalece e sustenta as pessoas. Deus nos colocou um ao lado do outro para que sejamos bênçãos uns para os outros, sendo pedra de passagem e não pedra de tropeço. Trazendo unidade e não divisão. Ser canal de benção é um dever de todos os integrantes do grupo de louvor.

Ser canal de benção também está intimamente ligado santificação pessoal. Visto que a nossa santidade serve para cooperar com plano de Deus, uma vez que, Ele procura fazer parceria apenas com pessoas integras(santas), em seus planos. Sendo assim, nós devemos buscar viver em santificação para que Deus faça de nós um canal de benção para o mundo.

...Ministrar a igreja... A função básica de todo ministério é servir (ministrar) as pessoas. No caso do grupo de louvor, não é diferente, sua tarefa básica, é servir (ministrar) as pessoas levando-as a presença de Deus em louvor e adoração. Porém, durante a ministração do louvor, além de conduzir o povo a louvar e a adorar a Deus, o grupo de louvor tem a responsabilidade de ensinar esse povo a viver com Deus. Nossa tarefa é fazer da hora do louvor e da adoração, não apenas um momento onde levamos as pessoas a expressar o seu amor e a sua gratidão a Deus, mas um momento onde ensinamos essas pessoas que não pode haver separação entre vida religiosa e vida diária, que o culto a Deus deve ser prestado a cada momento de nosso viver, e, que o nosso louvor e a nossa adoração é muito mais do que uma forma de expressão ao Senhor. É um estilo de vida. É fruto da nossa comunhão com Deus.

Ensinar a igreja a viver com Deus, é sem dúvida, um dos papeis mais importantes a serem desempenhados pelo grupo de louvor durante a ministração do louvor. Ensinar a igreja a viver com Deus está intimamente ligado a nossa intimidade com Ele (oração, Leitura da palavra e fé).

É importante nunca cairmos no erro de pensar que as "tarefas" que realizamos para o senhor são mais importantes que Ele mesmo. Nossa prioridade é estar com Ele, é conhecê-lo, e, é isso que devemos ensinar para a igreja, e é isso que devemos buscar diariamente: "Viver com Deus".

Dicas Importantes
a) O grupo de louvor deve viver aquilo que ele canta.

b) É muito importante que pastor e grupo de louvor estejam sempre em perfeita sintonia.

c) O grupo de louvor deve fazer constantes reuniões de planejamento e coordenação para trocar experiências, levantar problemas e a solução dos mesmos.

Por enquanto é só!

M. Giovani Bianchini, ministro de Louvor da IPB Central de São Carlos - SP

 
 Publicidade

 


Desenvolvimento: DouraSites Informática (421-0658 / 9996-8222) dourasites@hotmail.com